Blogue

A sustentabilidade, aliada imprescindível da inovação

Se não é sustentável, não é inovador. Já não. Um negócio respeitoso com um desenvolvimento sustentável é um requisito indiscutível de qualquer processo de renovação e, para isso, não basta ter em conta o contexto ambiental em que a empresa está inserida, mas também o seu contexto social e o seu modelo económico.

 

Apesar de ser automaticamente associada ao respeito pela natureza, a sustentabilidade abrange todo o meio onde está presente uma atividade turística. Isto engloba a sua população, o seu património cultural e histórico e, claro, o seu ambiente natural. Deste modo, o sustentável é aquilo que é concebido para ser duradouro e respeitoso com o contexto onde está presente.

Um requisito cada vez mais exigido pela sociedade que não escapa às demandas turísticas. A ONU declarou 2017 o Ano Internacional do Turismo Sustentável para o Desenvolvimento, apesar de, na realidade, a ligação do turismo à sustentabilidade ser mais antiga. Já em 2015, a Assembleia-Geral das Nações Unidades estabeleceu os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que visam acabar com a pobreza extrema, combater a desigualdade, a injustiça e as alterações climáticas, entre outros assuntos. A partir deste desafio, a Organização Mundial do Turismo (OMT) propôs-se a colocar a atividade turística ao serviço destas metas, convencida de que o setor pode contribuir direta ou indiretamente para facilitar todos e cada um dos ODS.

Paralelamente a esta evolução dos acontecimentos, o novo consumidor e, portanto, o novo turista tornou-se mais exigente, independente e sensível à realidade que o rodeia; o que significa que quem nos visita espera encontrar um destino autêntico e comprometido com o seu contexto social e natural, em linha com a ideia de sustentabilidade turística.

Seguindo a linha do projeto INNOVATUR, que fomenta a colaboração entre as organizações públicas e privadas, o Cabildo de Tenerife tem programadas mais de trinta ações para promover o turismo sustentável para 2018 através do Turismo de Tenerife e da Área de Meio Ambiente da corporação insular. Entre elas, a realização de palestras de divulgação; a limpeza de leitos marinhos; a realização de um workshop de produções audiovisuais sustentáveis ou a recente renovação da “Carta de qualidade” para as empresas que se dedicam à atividade de observação de cetáceos.

Alberto Bernabé, vereador do Turismo, Internacionalização e Ação Externa do Cabildo de Tenerife / Fotografia T.Cuadrado

Além disso, dará continuidade a eventos como “Tenerife Walking Festival” ou “Respect the Mountains”, realizados em 2017 no âmbito do Ano Internacional do Turismo Sustentável, demonstrando que são ações benéficas para a Ilha que vão mais além de uma simples efeméride. Nas palavras do ministro insular do Turismo, Alberto Bernabé, “a sustentabilidade deve ser um aspeto irrenunciável”.

Para saber como tornar a sua empresa comercial ou de alojamento num negócio sustentável, competitivo e duradouro e seja reconhecido pelo seu contributo para o ambiente, este projeto de renovação turística coloca à sua disposição de forma gratuita uma equipa de consultores especializados. Basta inscrever-se em INNOVATUR.

 

 

No Comments

Post A Comment

Share This